terça-feira, 11 de dezembro de 2007

Ai está a Cegonha!!!

"Los Locos" voltam a fazer das suas e apresentam...."Senhora Cegonha" a adopção de um hino ainda com muito por ensaiar.... Aprendam a letra!!!

video

Senhora Cegonha


Senhora cegonha, como tem passado?

Não há quem a veja, Não vai à igreja,

Pousar no telhado.

Lá traz a cegonha, No bico um raminho

Anuncia a hora De se ir embora

Do seu belo ninho

No seu belo ninho Ponha ovos, ponha,

Que seja bem-vinda, Branquinha tão linda,

Lá vem a cegonha.

Quando chega Outono Há uma que canta

Anuncia a hora De se ir embora

Leva á meia branca.

Como podem ver há muitas versões diferentes, mas o importante é que a coisa rime mais ou menos....ehehe

1 comentário:

alentejano de gema disse...

Já não há presépios?

«Lamentamos mas: Os Reis Magos lançaram uma OPA sobre a manjedoura e esta foi retirada do estábulo até decisão governamental; Os camelos estão no governo; - Os cordeirinhos estão tão magros e tão feios que não podem ser exibidos; A vaca está louca e não se segura nas patas; O burro está na Escola Básica a dar aulas de substituição; Nossa Senhora e São José foram chamados à Escola Básica para avaliar o burro; A estrelinha de Belém perdeu o brilho porque o Menino Jesus não tem tempo para olhar para ela; O Menino Jesus está no Politeama em actividades de enriquecimento curricular e o tribunal de Coimbra ordenou a sua entrega imediata ao pai biológico; A ASAE fechou temporariamente o estábulo pela falta da manjedoura e, sobretudo, até serem corrigidas as péssimas condições higiénicas do estábulo, de acordo com as normas da UE». Ao receber este mail, confesso, fiquei em pânico. O Natal, essa época virtual, mas reconfortante, fica mais pobre.

Em 2003, recordo, o Notícias Alentejo, por esta altura, com espírito de Natal, apresentava uma lista de presentes, necessariamente virtual, para não perturbar a obsessão da então ministra das Finanças. Hoje, porque a subida das taxas de juro até já afectou a imaginação e a criatividade, resta-nos repetir a proeza: Assim…

O «Guia das Aves», de Mike Everett, viaja, se o Pai Natal não recusar a entrega, até ao gabinete do presidente da Câmara Municipal de Borba. Para as federações alentejanas do PS, mais pelo título do que pelo conteúdo, vai um título «nobelizado» - «A Idade do Ferro», até para se esquecerem das desgraças de Sócrates enquanto quanto é tempo. A obra de Coetzee, tal como em 2003, parece ser uma boa escolha para férias de Inverno, enquanto se decidem sobre as questões relacionadas com a(s) liderança(s) em vez de ficarem «Á Espera dos Bárbaros». No sapatinho socialista, José Ernesto Oliveira (perdoem-me os restantes) merece uma atenção especial. Pelo trabalho que ainda lhe resta pela frente aqui lhe deixamos um exemplar do «Esta Cidade e Eu», obra com «letra e música» do próprio.

Para o PCP/Alentejo, cada vez menos virado à renovação, só mesmo Saramago - «Levantados do Chão». Junto com o livro seguem dois bilhetes (ou em alternativa um DVD) para o «Adeus Lenine».

A «Arte de Simão Sabrosa – Como Tornar-se num Jogador Decisivo» vai directa para a bota do PSD.

Um santo Natal para todos, apesar do Governo, da Oposição, do IVA e do IRS.